Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Marie is losing the plot

23
Fev18

Mas a comida estava óptima.

Marie

Certo dia,  num contexto informal, um professor de uma amiga minha perguntou "mas quem é este gatinho acossado?", dirigindo-se a mim. Sorri, de forma completamente culposa, encontrando naquela pergunta a definição de mim mesma. 

 

Sei que o meu humor, dependendo das situações sofre variações, e por isso percebo que quando estou em ambientes ou com pessoas que não me são familiares torno-me introvertida, evasiva e vaga. 

 

A última vez que aconteceu, foi num jantar de aniversario de uma amiga. A aniversariante e uma amiga dela eram as únicas pessoas que eu conhecia.  Num ato de "já não tenho assim tantos amigos, deixa-me preservar os que tenho" lá fui eu ao jantar. Cheguei, dei um abraço e um beijinho a minha amiga, cumprimentei a outra miúda que conhecia e apresentei-me as restantes pessoas. 

 

Ao fim de cinco minutos, percebi que não me identificava com aquelas pessoas. Os assuntos da conversa eram triviais,  serviam-se de clichés em forma argumentos, básicos e pouco desenvolvidos.O engraçadinho do grupo, que poderia ser a salvação, usava o humor para disfarçar o racismo e a  homofobia. E quase me fez vomitar o jantar, que ainda nem sequer tinha comido. 

 

Nestas situações, em que estou desconfortável, dou muito pouco de mim a conhecer, de forma arrogante e ate talvez sobranceira. Sirvo-me da ironia, que me é fácil, e mais ainda da mentira. Entre olhares cúmplices, com a minha amiga, menti sobre mim, sobre os meus interesses, sobre as minhas opiniões.

 

E ao mesmo tempo que isto me diverte, da-me pena. 

 

 

 

 

5 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D